Topo
Blog Olhar Olímpico

Blog Olhar Olímpico

Jogadores do Flamengo abandonam Jogo das Estrelas, mas NBB mantém evento

Demétrio Vecchioli

08/02/2019 14h16

Anderson Varejão, do Flamengo (divulgação)

Os jogadores da equipe de basquete do Flamengo decidiram deixar a cidade de Franca, onde estão para o fim de semana do Jogo das Estrelas no Novo Basquete Brasil (NBB), e voltar ao Rio. A decisão é em solidariedade ao clube, que vive uma tragédia nesta sexta-feira (8), com um incêndio que matou 10 pessoas no Ninho do Urubu. Mesmo assim, a Liga Nacional de Basquete (LNB) não vai alterar a programação festiva.

+ Ministério se coloca à disposição para ajudar Flamengo; general vai ao Rio

A decisão foi tomada em conjunto no começo da tarde desta sexta-feira entre os jogadores (Anderson Varejão, Franco Balbi, Marquinhos, Nesbitt e Olivinha), o técnico Gustavo de Conti, que também estava em Franca para comandar uma das equipes do evento principal do Jogo das Estrelas, e o diretor-executivo de esportes olímpicos, Marcelo Vido.

"O Clube de Regatas do Flamengo comunica a retirada de seus representantes do Jogo das Estrelas de basquete em respeito às famílias do lamentável acidente no Centro de Treinamento George Helal na manhã desta sexta-feira (8). Todos retornam ao Rio de Janeiro entre hoje (sexta) e amanhã (sábado)", informou o Flamengo, em nota.

Apesar da tragédia, a LNB decidiu não alterar a programação do evento, que é o ponto alto da temporada em termos de visibilidade para a liga e relação com patrocinadores. Ainda nesta sexta-feira, às 19h, o evento começa no Pedrocão com o Torneio de Três Pontos. Também à noite serão realizados o Torneio de Enterradas, o Desafio de Habilidades e um jogo entre as "novas estrelas do NBB" e uma equipe da liga argentina. O tradicional Jogo das Estrelas será no sábado, às 14h.

Sobre o autor

Demétrio Vecchioli, jornalista nascido em São Roque (SP), é graduado e pós-graduado pela Faculdade Cásper Líbero. Começou na Rádio Gazeta, foi repórter na Agência Estado e no Estadão. Focado na cobertura olímpica, produziu o Giro Olímpico para o UOL e reportagens especiais para a revista IstoÉ 2016. Criador do Olimpílulas, foi colunista da Rádio Estadão e blogueiro do Estadão, pelo qual cobriu os Jogos do Rio-2016.

Está disponível para críticas, elogios e principalmente sugestões de pautas no demetrio.prado@gmail.com.

Sobre o blog

Um espaço que olha para os protagonistas e os palcos do esporte olímpico. Aqui tem destaque tanto os grandes atletas quanto as grandes histórias. O olhar também está sobre os agentes públicos e os dirigentes esportivos, fiscalizados com lupa.