PUBLICIDADE
Topo

Cristiano Ronaldo seria um grande saltador, diz técnico do atletismo

Demétrio Vecchioli

19/12/2019 11h48

O salto de Cristiano Ronaldo para cabecear a bola e marcar um gol contra a Sampdoria ontem (18) impressionou o técnico José Haroldo Loureiro Gomes, o Arataca, especialista em provas de saltos e treinador de Almir Junior, vice-campeão mundial indoor no salto em distância. Ao sair 71 centímetros do chão para superar o zagueiro e alcançar a bola, o português mostrou atributos de um saltador de alto nível.

"Ele seria um grande saltador. Só teria algumas dificuldades para ser de alto-rendimento porque ele é muito baixinho para os padrões do salto em altura", avalia Arataca, lembrando que o padrão físico desse tipo de atleta é de pelo menos 1,95m de altura, enquanto o português tem 1,87m.

LEIA MAIS:

+ Cristiano Ronaldo é comparado a Jordan por atingir 2,56m de altura em gol

+ Cristiano Ronaldo se mostra surpreso com salto para o gol da vitória

Quando o Olhar Olímpico procurou Arataca para falar do gol, ele ainda não havia visto o vídeo que vem repercutindo mundialmente desde ontem. Vinte minutos depois, o treinador retornou encantado: "Eu ainda não tinha visto e, depois que você falou, eu vi umas 10 vezes. É impressionante. Falei com os melhores treinadores do país, o Neilton Moura e o Kiyoshi Takahashi, e eles também ficaram impressionados".

Para efeito de comparação, Talles Frederico Silva, melhor do país no salto em altura, alcança entre 82cm e 83cm no chamado salto vertical (salto para cima, parado). "Acima de 80 já é muito bom, de atleta nível olímpico. O cara que faz 71cm, o cara é muito bom. Não é qualquer um que sai do chão dessa forma", diz Arataca.

O vídeo, porém, não surpreendeu o treinador brasileiro, da Sogipa. Ele, afinal, já havia visto de perto o que Cristiano Ronaldo faz, quando o encontrou em um camping em Portugal. "Ele não é jogador de futebol, ele é atleta que joga futebol. A gente ficou no mesmo ginásio em um camping em Lisboa e,  enquanto os jogadores de futebol estavam de folga, ele ia no ginásio de pista coberta e fazia saída de bloco porque ele queria melhorar o arranque. Isso é um atleta de verdade", sentencia.

Sobre o autor

Demétrio Vecchioli, jornalista nascido em São Roque (SP), é graduado e pós-graduado pela Faculdade Cásper Líbero. Começou na Rádio Gazeta, foi repórter na Agência Estado e no Estadão. Focado na cobertura olímpica, produziu o Giro Olímpico para o UOL e reportagens especiais para a revista IstoÉ 2016. Criador do Olimpílulas, foi colunista da Rádio Estadão e blogueiro do Estadão, pelo qual cobriu os Jogos do Rio-2016.

Está disponível para críticas, elogios e principalmente sugestões de pautas no demetrio.prado@gmail.com.

Sobre o blog

Um espaço que olha para os protagonistas e os palcos do esporte olímpico. Aqui tem destaque tanto os grandes atletas quanto as grandes histórias. O olhar também está sobre os agentes públicos e os dirigentes esportivos, fiscalizados com lupa.

Olhar Olímpico