Topo
Blog Olhar Olímpico

Blog Olhar Olímpico

TV Brasil terá programa diário, mas não transmitirá Jogos Militares ao vivo

Demétrio Vecchioli

18/10/2019 12h18

Ministro general Fernando Azevedo fala aos membros da delegação brasileira que vai aos Jogos Mundiais Militares

A TV Brasil reservou boa parte da manhã desta sexta-feira (18) para transmitir ao vivo a cerimônia de abertura dos Jogos Mundiais Militares, que estão sendo disputados em Wuhan, na China. A competição envolve boa parte dos principais atletas brasileiros, mas o torcedor não vai poder assistir as provas ao vivo. O canal estatal fará cobertura diária do torneio, mas não tem direitos sobre transmissões de jogos e competições.

O canal vai exibir um programa diário chamado "Jogos Mundiais Militares 2019" com os principais resultados da competição, até 27 de outubro, domingo da semana que vem. Com meia-hora de duração, a produção vai ao ar de segunda a sexta, às 19h45, e aos sábados e domingos, às 20h30. 

De acordo com a assessoria de imprensa da TV Brasil, o programa será apresentado pelo jornalista Carlos Molinari e terá imagens das provas mais relevantes do dia e um resumo dos resultados das competições, acompanhado de seis comentaristas: Fabio Lisboa, Sergio du Bocage, Wagner Gomes, Juliano Justo, Lincoln Chaves e Willian Douglas.

A cobertura conta com um repórter, Igor Santos, e um repórter cinematográfico, Rodolpho Rodrigues, enviados à China. Eles vão produzir reportagens para o jornal noturno da emissora, o Repórter Brasil, de segunda a sexta, e para o Stadium, programa esportivo, que vai ao ar logo depois, de segunda a sábado.

O Brasil enviou uma delegação de 352 atleta para Wuhan, com diversos atletas que disputaram os Jogos Pan-Americanos e muitos que estarão em Tóquio-2020. Só amanhã, por exemplo, competem Rafaela Silva e a namorada Eleudis Valentim, Etiene Medeiros e João Gomes Jr, entre outros. Arthur Nory e Arthur Zanetti estão na equipe de ginástica artística que começa a competir na segunda. Na terça começam as provas de atletismo, que conta com Paulo André Camilo e Darlan Romani.

 

Sobre o autor

Demétrio Vecchioli, jornalista nascido em São Roque (SP), é graduado e pós-graduado pela Faculdade Cásper Líbero. Começou na Rádio Gazeta, foi repórter na Agência Estado e no Estadão. Focado na cobertura olímpica, produziu o Giro Olímpico para o UOL e reportagens especiais para a revista IstoÉ 2016. Criador do Olimpílulas, foi colunista da Rádio Estadão e blogueiro do Estadão, pelo qual cobriu os Jogos do Rio-2016.

Está disponível para críticas, elogios e principalmente sugestões de pautas no demetrio.prado@gmail.com.

Sobre o blog

Um espaço que olha para os protagonistas e os palcos do esporte olímpico. Aqui tem destaque tanto os grandes atletas quanto as grandes histórias. O olhar também está sobre os agentes públicos e os dirigentes esportivos, fiscalizados com lupa.

Blog Olhar olímpico