Topo
Blog Olhar Olímpico

Blog Olhar Olímpico

Aniversário de Marta pode virar 'Dia do Futebol Feminino' em SP

Demétrio Vecchioli

11/09/2019 11h55

Marta no Pacaembu (Fernando Pilatos/Divulgação)

Um projeto de lei do vereador Isac Felix (PL) quer inserir o Dia do Futebol Feminino no calendário oficial da cidade de São Paulo. A data escolhida homenageia a melhor jogadora brasileira de todos os tempos, Marta. Pela proposta que tramita na Câmara Municipal Paulista, o Dia do Futebol Feminino seria 19 de fevereiro, quando a craque alagoana faz aniversário.

"Além de excelente atleta, ela mostra a força da mulher, que supera e vence todos os preconceitos e obstáculos. Forte, determinada, combativa, ela representa todas as mulheres, toda a comunidade feminina, não só no esporte como na vida", argumenta o vereador na justificação do projeto de lei, que recebeu o número 01-00514/2019.

Na tentativa de exaltar o futebol feminino, o vereador escreve fatos inverídicos. "O futebol feminino, por sua vez, já deu muitas glórias aos brasileiros com a conquista de vários títulos mundiais e Copas do Mundo femininas, até em maior número que o futebol masculino", ele aponta. Na verdade a seleção feminina nunca foi campeã do mundo.

A inclusão de datas no calendário oficial do município é forma recorrente de vereadores, das mais diversas cidades do país, de acenar a grupos de interesse. Só na reunião semanal desta quarta-feira (11) a Comissão de Educação, Cultura e Esportes da Câmara de São Paulo avalia 11 projetos de lei nesse sentido. Estão na pauta os dias: do clube de aventureiros, do jovem adventista (ambos também de Felix), das doulas, do auditor de controle externo, do "saiba dizer não às drogas", do encontro dos xiquexiquenses (nascidos na cidade de Xique Xique, na Bahia), do automobilismo, do Descobrimento do Brasil e do pastor jubilado, além da semana Luiz Gonzaga e da semana municipal da alimentação.

 

Sobre o autor

Demétrio Vecchioli, jornalista nascido em São Roque (SP), é graduado e pós-graduado pela Faculdade Cásper Líbero. Começou na Rádio Gazeta, foi repórter na Agência Estado e no Estadão. Focado na cobertura olímpica, produziu o Giro Olímpico para o UOL e reportagens especiais para a revista IstoÉ 2016. Criador do Olimpílulas, foi colunista da Rádio Estadão e blogueiro do Estadão, pelo qual cobriu os Jogos do Rio-2016.

Está disponível para críticas, elogios e principalmente sugestões de pautas no demetrio.prado@gmail.com.

Sobre o blog

Um espaço que olha para os protagonistas e os palcos do esporte olímpico. Aqui tem destaque tanto os grandes atletas quanto as grandes histórias. O olhar também está sobre os agentes públicos e os dirigentes esportivos, fiscalizados com lupa.