Topo
Blog Olhar Olímpico

Blog Olhar Olímpico

COB corta flamenguista do Pan por doping e chama jovem de 16 anos

Demétrio Vecchioli

20/07/2019 17h07

Maria Clara Lobo (divulgação/Flamengo)

O Comitê Olímpico do Brasil (COB) realizou uma troca na delegação que está indo aos Jogos Pan-Americanos de Lima, no Peru. Maria Clara Lobo, que disputaria as provas de dueto e de equipes do nado artística, foi cortada depois de ter sido flagrada em exame antidoping pelo uso de uma substância proibida. Para o lugar dela foi chamada uma colega de clube no Flamengo, a jovem Jullia Catharino.

LEIA MAIS:

+ Favorita a 3 ouros no Pan, Ana Sátila é campeã mundial sub-23 na canoagem

+ Lesão na coluna tira Nathalia Brígida do Pan e do Mundial de Judô

+ Brasil perde nadador por doping a 36h da estreia no Mundial de Natação

Julia é a caçula da seleção brasileira de nado artístico e participou do Mundial de Esportes Aquáticos de Gwangju, na Coreia do Sul, onde a equipe foi composta por 12 garotas. Mas ela não estava na convocação inicial do Pan, com nove nomes.

Maria Clara estava na lista, mas foi cortada depois da imposição que a Autoridade Brasileira de Controle de Dopagem (ABCD) notificou-a sobre um resultado analítico adverso. O caso vem sendo mantido em sigilo e não consta suspensão provisória para ela na lista que a ABCD mantém em seu site.

Mesmo assim Maria Clara foi cortada, com Jullia Catharino chamada no seu lugar. Diferente do usual, a Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos (CBDA) não publicou boletim informando nem do corte nem da convocação. A entidade está passando por graves dificuldades financeiras e cortou funcionários.

Medalhista de bronze dos Jogos Pan-Americanos em diversas edições seguidas no nado sincronizado (hoje chamado nado artístico), o Brasil deve ficar fora do pódio em Lima-2019, repetindo o resultado de Toronto-2015. A modalidade tem poucas variações de resultados e, no Mundial de Gwangju, o Brasil ficou longe de Canadá, EUA e México.

Em Lima, a delegação terá Anna Giulia Veloso (19 anos), Gabriela Regly Teixeira (19), Giovana Stephan (29), Laura Miccuci (19), Lorena Molinos (28), Luisa Borges (23), Maria Bruno (26), Maria Eduarda (Duda) Miccuci (24) e Jullia Catharino (16).

Sobre o autor

Demétrio Vecchioli, jornalista nascido em São Roque (SP), é graduado e pós-graduado pela Faculdade Cásper Líbero. Começou na Rádio Gazeta, foi repórter na Agência Estado e no Estadão. Focado na cobertura olímpica, produziu o Giro Olímpico para o UOL e reportagens especiais para a revista IstoÉ 2016. Criador do Olimpílulas, foi colunista da Rádio Estadão e blogueiro do Estadão, pelo qual cobriu os Jogos do Rio-2016.

Está disponível para críticas, elogios e principalmente sugestões de pautas no demetrio.prado@gmail.com.

Sobre o blog

Um espaço que olha para os protagonistas e os palcos do esporte olímpico. Aqui tem destaque tanto os grandes atletas quanto as grandes histórias. O olhar também está sobre os agentes públicos e os dirigentes esportivos, fiscalizados com lupa.