Topo
Blog Olhar Olímpico

Blog Olhar Olímpico

Covas dá até o fim do mês para consórcio pagar R$ 75 milhões pelo Pacaembu

Demétrio Vecchioli

18/07/2019 12h15

Novo Pacaembu (divulgação)

A prefeitura de São Paulo acatou parcialmente o pedido do Consórcio Patrimônio SP por mais 60 dias para assinar o contrato de concessão do Complexo Esportivo do Pacaembu. Nesta quinta-feira (18) o governo Bruno Covas ampliou até o dia 31 de julho o limite para que o consórcio apresente toda a documentação necessária para a assinatura do contrato.

LEIA MAIS:

+ 'Novo' Pacaembu terá arquibancadas provisórias e espaço para UFC

+ Prefeitura erra tamanho do Pacaembu em 10 mil m² e concessão vai atrasar

O consórcio, liderado pela construtora Progen, diz que já tem toda a documentação, incluindo integralização de capital e uma carta de seguro. Falta, porém, o comprovante da transferência de cerca de R$ 75 milhões para a conta da prefeitura.

Esse valor é composto principalmente pelo ágio da outorga fixa: a diferença entre o valor oferecido pelo consórcio (R$ 111 milhões) e o mínimo exigido pela prefeitura (R$ 37 milhões) em edital. O restante deverá ser pago em 10 anos, a partir do quarto.

Como mostrou o Olhar Olímpico, o consórcio tinha até o dia 17 (ontem) para assinar o contrato e, antes, até o dia 10 para apresentar toda a documentação. Mas o grupo pediu que fosse acionada cláusula do edital que prorroga esses prazos por mais 60 dias, argumentando que precisa refazer seu plano de negócio depois de descobrir que o terreno do Pacaembu é 10 mil metros quadrados menor do que diz a prefeitura.

Nesta quinta, em despacho, o secretário de gabinete de Covas deferiu o pedido formulado pelo Consórcio Patrimônio SP para prorrogação do prazo para apresentação da documentação prévia à assinatura do contrato de concessão, prorrogando-o até o dia 31 de julho de 2019.

Sobre o autor

Demétrio Vecchioli, jornalista nascido em São Roque (SP), é graduado e pós-graduado pela Faculdade Cásper Líbero. Começou na Rádio Gazeta, foi repórter na Agência Estado e no Estadão. Focado na cobertura olímpica, produziu o Giro Olímpico para o UOL e reportagens especiais para a revista IstoÉ 2016. Criador do Olimpílulas, foi colunista da Rádio Estadão e blogueiro do Estadão, pelo qual cobriu os Jogos do Rio-2016.

Está disponível para críticas, elogios e principalmente sugestões de pautas no demetrio.prado@gmail.com.

Sobre o blog

Um espaço que olha para os protagonistas e os palcos do esporte olímpico. Aqui tem destaque tanto os grandes atletas quanto as grandes histórias. O olhar também está sobre os agentes públicos e os dirigentes esportivos, fiscalizados com lupa.