Topo
Blog Olhar Olímpico

Blog Olhar Olímpico

Prefeito diz que SP e F1 têm reunião em junho para discutir renovação

Demétrio Vecchioli

2010-05-20T19:13:25

10/05/2019 13h25

Prefeito Bruno Covas em entrevista coletiva. Ao seu lado, o governador João Doria e o secretário estadual de Turismo, Vinicius Lummertz (divulgação)

O prefeito Bruno Covas se diz otimista para que a Fórmula 1 continue em São Paulo depois de 2020, quando vence o atual contrato para a realização do GP Brasil, assinado em abril de 2014. Em entrevista coletiva nesta sexta-feira (10), ele revelou que receberá o CEO da categoria, Chase Carey, para mais uma rodada de negociações no mês que vem.

+ Governo federal descarta Interlagos enquanto gasta R$ 160 milhões em obras
+ Bruno Covas desiste de vender autódromo e propõe concessão
+ Doria desdenha de autódromo no Rio: "Não tem nada em Deodoro"

"A gente ficaria surpreso pela não renovação. Como se trata de uma discussão de termos desse contrato, não posso trazer para o público. Mas se houvesse qualquer problema a gente teria desmarcado a reunião. Ele (Carey) confirmou que volta a junho. O tempo de contrato também é um dos termos a ser discutidos", explicou o prefeito.

Covas, que recentemente pediu à Câmara Municipal para desistir da venda de Interlagos e substituir o processo para uma concessão, deixou claro que a prefeitura está disposta a fazer investimentos que por ventura forem exigidos pela Fórmula 1. Afinal, o evento gera mais de R$ 300 milhões de receitas para a cidade apenas em turismo.

"Os avanços vão se dar pelo que a cidade de São Paulo entender que é estratégico. Vamos continuar avançando pelo que seja bom para esse evento. Por enquanto ele é muito rentável. Estamos gastando o que estamos gastando para fazer as intervenções porque isso gera emprego e renda para a cidade de São Paulo", continuou.

Na entrevista coletiva desta sexta, Covas estava sentado ao lado do secretário estadual de turismo de São Paulo, Vinicius Lummertz. No ano passado, como ministro do Turismo, Lummertz liberou a última parte de um contrato de repasse de R$ 160 milhões, do ministério para a prefeitura, para a reforma de Interlagos. Essa última etapa das obras, a reforma dos boxes, está em execução desde o mês passado. 

Sobre o autor

Demétrio Vecchioli, jornalista nascido em São Roque (SP), é graduado e pós-graduado pela Faculdade Cásper Líbero. Começou na Rádio Gazeta, foi repórter na Agência Estado e no Estadão. Focado na cobertura olímpica, produziu o Giro Olímpico para o UOL e reportagens especiais para a revista IstoÉ 2016. Criador do Olimpílulas, foi colunista da Rádio Estadão e blogueiro do Estadão, pelo qual cobriu os Jogos do Rio-2016.

Está disponível para críticas, elogios e principalmente sugestões de pautas no demetrio.prado@gmail.com.

Sobre o blog

Um espaço que olha para os protagonistas e os palcos do esporte olímpico. Aqui tem destaque tanto os grandes atletas quanto as grandes histórias. O olhar também está sobre os agentes públicos e os dirigentes esportivos, fiscalizados com lupa.