Topo
Blog Olhar Olímpico

Blog Olhar Olímpico

De Neymar a Ronaldinho, todos querem jogar com Natalia Guitler

Demétrio Vecchioli

2005-05-20T19:04:00

05/05/2019 04h00

Natalia Guitler e Ronaldinho

Tudo começou com um ex-namorado, que apresentou Natalia Guitler a Ronaldinho Gaúcho. Os dois se tornaram amigos e e ela passou a frequentar a casa do craque, para um motivo nobre: jogar futevôlei. Tem sido assim há 10 anos. Graças à sua habilidade com os pés – e com a cabeça, com a coxa, com o ombro, com o peito, etc -, Natalia se tornou presença constante nas partidas dos astros do futebol, seja no futevôlei ou no futmesa, seu novo hobby.

"Uma coisa foi levando à outra. Por ser esporte de bola, muitos homens admiram isso, respeitam, tudo uma maneira muito rica, saudável para mim, de agregar e conhecer pessoas novas do esporte. Me sinto privilegiada. Imagina todas as pessoas me darem abertura de poder jogar junto… Só me alegra poder conhecer mais gente, disputar com eles", diz Natalia.

Criada nas areias da praia da Barra da Tijuca, na zona Oeste do Rio, Natalia, de 31 anos, jogou futebol e tênis quando mais jovem. No futevôlei há 10 anos, venceu quatro das últimas cinco edições do Campeonato Brasileiro. O talento, incontestável, a aproximou de alguns dos maiores ídolos do futebol brasileiro.


A começar por Ronaldinho. "A gente ficou próximo e ele me convidou para jogar na casa dele. Todas as meninas sempre iam. Ele dá muita abertura para as meninas que ele conhece, para jogar com ele. É uma pessoa muito respeitosa, carinhosa. Gosta muito de incentivar o esporte, joga junto, muito humilde. A gente vai mais para jogar, mas obviamente também tem uma resenha, a gente troca ideia", conta.

Depois vieram outros, como Romário, Felipe e Pedrinho, todos figurinhas carimbadas nas melhores redes do Rio de Janeiro. A fama se espalhou e, no fim do ano, ela estava na Bahia quando foi convidada a ir até a casa onde estava hospedado Neymar, lá perto, para jogar com ele.

Visualizar esta foto no Instagram.

 

Se essa Bike entra eim @neymarjr 😂😅! Relembrando esse jogo que foi tensooo 🔥⚽️👊🏻

Uma publicação compartilhada por Natalia Guitler (@nataliaguitler) em


"Ele me chamou para jogar lá, tava com outros amigos. Eu e a Bianca (Hiemer) estávamos lá também e fomos à casa dele. Jogamos contra Neymar e Nenê e ficou 1 (set) a 1. Passamos o dia lá, conheci os amigos dele, família. Pessoal nos acolheu muito bem, nos deixou bem à vontade", lembra.

É Natalia que aparece em um vídeo que circulou bastante no fim do ano passado, em que ela e Neymar se enfrentam no futmesa. Postada no Instagram dela, a gravação já teve mais de um milhão de visualizações só ali.

É no Instagram, aliás, que Natalia posta suas aventuras. Só este ano há fotos ou vídeos com Neymar, Nenê, Zico, Petkovic, Sorin, Rivaldo, Paulo Nunes, Ronaldinho Gaúcho, Prince Boateng, Carlos Alberto, Usain Bolt, Djalminha, Valdívia, Kaká, Elano, Muricy Ramalho, Michel Bastos e Caio Ribeiro.

Ela diz nunca ter passado por situações constrangedoras. "Nunca me cantaram nem nada. Sempre me respeitaram muito pela qualidade do jogo. Estou ali porque posso agregar em forma de jogo. Sempre imponho essa barreira como mulher", relata.

Sobre o autor

Demétrio Vecchioli, jornalista nascido em São Roque (SP), é graduado e pós-graduado pela Faculdade Cásper Líbero. Começou na Rádio Gazeta, foi repórter na Agência Estado e no Estadão. Focado na cobertura olímpica, produziu o Giro Olímpico para o UOL e reportagens especiais para a revista IstoÉ 2016. Criador do Olimpílulas, foi colunista da Rádio Estadão e blogueiro do Estadão, pelo qual cobriu os Jogos do Rio-2016.

Está disponível para críticas, elogios e principalmente sugestões de pautas no demetrio.prado@gmail.com.

Sobre o blog

Um espaço que olha para os protagonistas e os palcos do esporte olímpico. Aqui tem destaque tanto os grandes atletas quanto as grandes histórias. O olhar também está sobre os agentes públicos e os dirigentes esportivos, fiscalizados com lupa.