Topo
Blog Olhar Olímpico

Blog Olhar Olímpico

Mo Farah cai de cara em esteira antes da Maratona de Londres

Demétrio Vecchioli

2024-04-20T19:15:15

24/04/2019 15h15

Um dos protagonistas da Maratona de Londres 2019, uma das mais aguardadas provas de todos os tempos, o britânico Mo Farah sofreu dois tombos ao tentar utilizar a esteira de um parceiro do evento. Em vídeo publicado pelo próprio perfil da maratona londrina é possível ver o quatro vezes medalhista de ouro olímpico sendo jogado para longe, tentar de novo, e mais uma vez cair de cara no chão.

"Beleza, de quem foi a ideia de deixar o Mo Farah perto da Tumbleator?", questionou o perfil da Maratona de Londres no Twitter, rindo da cena. Nos comentários, diversos fãs demonstraram preocupação para que o britânico não se machuque.

A esteira do vídeo, porém, é feita especialmente para quedas. Produzida para "programas de TV", de acordo com a empresa que detém a patente, ela é equivale a um touro mecânico. A ideia é que, nela, amadores experimentem o ritmo de competição de atletas de ponta. "O conceito é simples e proporciona um efeito de colisão flexível embaixo da esteira, para absorver impactos e quedas." 

Mo Farah é uma das estrelas da Maratona de Londres, que este ano conseguiu atrair diversos dos melhores corredores do mundo para a prova, que vai acontecer no domingo. Entre eles estão os quenianos Eliud Kipchoge (recordista mundial e que não perde uma maratona desde 2013, quando foi segundo em Chicago) e Wilson Kipsang (vencedor em 2012 e 2014) e os etíopes Mosinet Geremew (vice em Chicago, ano passado) e Tola Shura Kitata (vice em Nova York e Londres no ano passado).

O próprio britânico, que se despediu das provas de pista no Mundial de 2017, exatamente em Londres, vai correr sua quarta maratona. Ele estreou com o oitavo lugar em Londres em 2014 e voltou no ano passado com a terceira colocação. Depois, no segundo semestre, venceu em Chicago com 2min05s11, novo recorde europeu.

Um único brasileiro está na lista de elite de Londres. Daniel Chaves da Silva completou sua primeira maratona no ano passado, em Valência, em 2min13s16, e liderou o ranking nacional. Agora, fará sua estreia em uma Major.

Sobre o autor

Demétrio Vecchioli, jornalista nascido em São Roque (SP), é graduado e pós-graduado pela Faculdade Cásper Líbero. Começou na Rádio Gazeta, foi repórter na Agência Estado e no Estadão. Focado na cobertura olímpica, produziu o Giro Olímpico para o UOL e reportagens especiais para a revista IstoÉ 2016. Criador do Olimpílulas, foi colunista da Rádio Estadão e blogueiro do Estadão, pelo qual cobriu os Jogos do Rio-2016.

Está disponível para críticas, elogios e principalmente sugestões de pautas no demetrio.prado@gmail.com.

Sobre o blog

Um espaço que olha para os protagonistas e os palcos do esporte olímpico. Aqui tem destaque tanto os grandes atletas quanto as grandes histórias. O olhar também está sobre os agentes públicos e os dirigentes esportivos, fiscalizados com lupa.