Topo
Blog Olhar Olímpico

Blog Olhar Olímpico

Tóquio divulga horários e finais da natação serão de manhã

Demétrio Vecchioli

2016-04-20T19:10:03

16/04/2019 10h03

Estádio Aquático Olímpico da Rio-2016 (imagem: Satiro Sodré/ SSPress)

O Comitê Organizador dos Jogos de Tóquio anunciou nesta terça-feira (16) o programa horário da Olimpíada do ano que vem. Atendendo à vontade da Federação Internacional de Natação (Fina) e da emissora que detém os direitos de transmissão nos Estados Unidos, as finais da natação estão agendadas para acontecer no período da manhã em Tóquio – noite na América.

+ Correios dá chá de cadeira e Maria Lenk expõe crise financeira na natação
+ Regras diferentes barram Tifanny no Pré-Olímpico, mas não no Pan

Tóquio-2020 vai ser realizada com uma diferença de fuso horário de 12 horas para o Brasil. São 13 horas de diferença para Nova York e 7 horas para a Europa Ocidental (horário de Paris). Por isso, assim como aconteceu em Pequim-2008, diversas provas que interessam aos mercados dos EUA e da Europa foram agendadas para acontecerem em horário nobre nesses locais.

A natação terá suas finais sempre no bloco das 10h30 às 12h30 (a partir de 22h30 de Brasília), ficando o bloco da noite, das 19h às 21h30, para as eliminatórias. Isso faz com que a competição tenha um dia a mais de programação, porque o primeiro dia (25 de julho) tem só eliminatórias e o último (2 de agosto) só tem finais.

No atletismo, o programa é o oposto. O bloco da manhã, quando são realizadas provas de classificação e algumas poucas finais, será das 9h às 12h30 (a partir das 21h de Brasília). Depois, o bloco da noite, em que estará a maioria das finais, vai começar sempre às 19h (7h de Brasília), avançando até cerca de 22h. Já as provas de maratona foram confirmadas para as 6h.

Existe uma preocupação com o calor excessivo em Tóquio e, por isso, diversas provas ao ar livre foram antecipadas para o comecinho da manhã. A maratona aquática, por exemplo, será às 7h. A marcha atlética de 20km, às 6h. Já a de 50km, mais longa e desgastante, começará às 5h30.

Atraente para os Estados Unidos, a final do basquete masculino será na hora do almoço de Tóquio, às 11h, o que significa que ela começará às 22h na costa leste americana. Isso fará com que o jogo que vale o ouro esteja marcado para antes do duelo do bronze, que será no mesmo dia, à noite. No feminino, a final será às 11h e a disputa do terceiro lugar só no dia seguinte.

No vôlei, a final masculina será à noite, às 21h15 (9h15 do Brasil), enquanto a feminina vai acontecer de tarde, às 13h30, o que significa que se o time do técnico Zé Roberto brigar mais uma vez pelo ouro, o torcedor brasileiro terá que assistir ao jogo de madrugada. Já o vôlei de praia será em horário nobre para o Brasil. As finais acontecerão a partir das 10h – 22h de Brasília.

Nada, porém, deverá tirar mais o sono do torcedor brasileiro do que a ginástica artística, onde o Brasil deverá ter diversas chances de medalha. As finais vão sempre começar às 17h de Tóquio – 5h de Brasília. Praticamente ao mesmo tempo vão acontecer as finais do judô, também a partir das 17h.

Sobre o autor

Demétrio Vecchioli, jornalista nascido em São Roque (SP), é graduado e pós-graduado pela Faculdade Cásper Líbero. Começou na Rádio Gazeta, foi repórter na Agência Estado e no Estadão. Focado na cobertura olímpica, produziu o Giro Olímpico para o UOL e reportagens especiais para a revista IstoÉ 2016. Criador do Olimpílulas, foi colunista da Rádio Estadão e blogueiro do Estadão, pelo qual cobriu os Jogos do Rio-2016.

Está disponível para críticas, elogios e principalmente sugestões de pautas no demetrio.prado@gmail.com.

Sobre o blog

Um espaço que olha para os protagonistas e os palcos do esporte olímpico. Aqui tem destaque tanto os grandes atletas quanto as grandes histórias. O olhar também está sobre os agentes públicos e os dirigentes esportivos, fiscalizados com lupa.