Topo
Blog Olhar Olímpico

Blog Olhar Olímpico

Maurren Maggi repassou verba de campanha ao Senado para irmãos

Demétrio Vecchioli

2022-02-20T19:13:30

22/02/2019 13h30

A campeã olímpica Maurren Maggi (PSB/SP) está entre as candidatas que repassaram recursos de campanha, obtidos por financiamento público, para parentes próximos. O caso é semelhante ao da também ex-candidata ao Senado Carmen Flores (PSL/RS), que repassou verba para a filha, para a neta e para sua própria loja de decoração, como foi revelado pela Folha de S. Paulo.

No caso de Maurren, candidata derrotada ao Senado por São Paulo e apoiada pela então governador Márcio França (PSB), os recursos foram repassados aos dois irmãos da campeã olímpica, que são descritos, na prestação de contas, como colaboradores da campanha. Ela teve quase 3 milhões de votos, ficando em quinto lugar em São Paulo.

Willians Maggi Junior recebeu R$ 20 mil para ser o "administrador financeiro" da campanha. Valor foi transferido a ele de uma única só vez, em 24 de agosto, logo no início da campanha. Na Junta Comercial de São Paulo, aparece registrada em nome dele uma empresa de comércio de equipamentos eletrônicos.

Já Jepherson Stephen Maggi recebeu dois pagamentos no mesmo dia, 10 de setembro, como remuneração pelo cargo de coordenador executivo da campanha. No total, recebeu R$ 15 mil.

A campanha de Maurren recebeu R$ 3,8 milhões do diretório estadual do PSB em São Paulo, sendo a maior parte do fundo especial, e uma parcela menor do fundo partidários – ambos recursos públicos. Quase a totalidade do valor foi investido na campanha, exceto R$ 60 mil.

O repasse de recursos públicos a parentes, porém, não é uma prática irregular por falta de legislação específica. De acordo com especialistas ouvidos pelo Olhar Olímpico, a mudança do modelo de financiamento, de privado para coletivo, não veio acompanhada de nova regulação. A atual não veda esse tipo de contratação.

O blog tentou contato com Maurren por telefone e por Whatsapp, mas ela não respondeu. A reportagem será atualizada tão logo a candidata envie um posicionamento.

Sobre o autor

Demétrio Vecchioli, jornalista nascido em São Roque (SP), é graduado e pós-graduado pela Faculdade Cásper Líbero. Começou na Rádio Gazeta, foi repórter na Agência Estado e no Estadão. Focado na cobertura olímpica, produziu o Giro Olímpico para o UOL e reportagens especiais para a revista IstoÉ 2016. Criador do Olimpílulas, foi colunista da Rádio Estadão e blogueiro do Estadão, pelo qual cobriu os Jogos do Rio-2016.

Está disponível para críticas, elogios e principalmente sugestões de pautas no demetrio.prado@gmail.com.

Sobre o blog

Um espaço que olha para os protagonistas e os palcos do esporte olímpico. Aqui tem destaque tanto os grandes atletas quanto as grandes histórias. O olhar também está sobre os agentes públicos e os dirigentes esportivos, fiscalizados com lupa.