Topo
Blog Olhar Olímpico

Blog Olhar Olímpico

Vencedor da São Silvestre recebe alta após mais de 6 horas no hospital

Demétrio Vecchioli

2031-12-20T18:17:41

31/12/2018 17h41

Etíope vence a 94ª São Silvestre
(Djalma Vassão/Gazeta Press/Divulgação)

O vencedor de Corrida Internacional de São Silvestre, o etíope Belay Tilahun Bezabh, recebeu alta hospitalar no fim da tarde desta segunda-feira (31), depois de passar ao menos seis horas internado na Santa Casa de Misericórdia de São Paulo. De acordo com os organizadores da prova, ele sofreu com o cansaço devido ao forte calor que fazia em São Paulo durante a corrida.

Bezabh completou a prova em 45min03s, tempo expressivo para as condições climáticas da manhã desta segunda, de calor intenso. Depois de cruzar a linha de chegada, o etíope parece ter gás para ir além dos 15 quilômetros. Enquanto rivais como o bahremita Dawitt Admasu, que completou apenas três segundos depois dele, desabou no chão, Bezabh continuou a festejar e dar socos no ar.

Minutos depois, ele ainda subiu normalmente ao pódio, recebendo das mãos do vereador e prefeito em exercício de São Paulo Milton Leite o troféu de vencedor. Mas na sequência passou mal e precisou ser atendido pela equipe médica, recebendo soro na veia.

Não conseguiu se recuperar e precisou ser levado até a Santa Casa, na região central da cidade. Ali, passou por exames e foi mais uma vez medicado. No fim da tarde, foi liberado para comemorar a virada de ano com um prêmio de R$ 90 mil.

MASCULINO
1º – Belay Tilahun Bezabh – Etiópia (45min03s)
2º – Dawitt Admasu – Bahrein (45min06s)
3º – Amdework Tadese – Etiópia (45min13s)
4º – Emmanuel Gisamoda – Tanzânia (45min23s)
5º – Maxwell Rotich – Uganda (45min45s)
6º – Paul Kipkorir Kipkemoi – Quênia (46min04s)
7º – Kiplimo Mutai – Quênia (46min26s)
8º – Giovani dos Santos – Brasil (46min38s)
9º – Wendell Jeronimo de Souza – Brasil (46min43s)
10º – Nicholas Kimeu Keter – Quênia (46min55s) 
11º – Abe Gashahun Tilahun – Etiópia (47min05s) 
12º – Ederson Vilela Pereira – Brasil (47min06s)
13º – Johnatas de Oliveira Cruz – Brasil (47min19s) 
14º – Gilberto Silvestre Lopes – Brasil (48min01s) 
15º – Pascal Mombo Sarwat – Tanzânia (48min13s) 
16º – Glenison Gilbert de Carvalho – Brasil (48min34s) 
17º – Robison Pereira de Lima – Brasil (49min07s) 
18º – Luis Felipe Leite Barboza – Brasil (49min09s) 
19º – Carlos Henrique de Souza – Brasil (49min19s) 
20º – Laurindo Nunes Neto – Brasil (49min34s) 

Sobre o autor

Demétrio Vecchioli, jornalista nascido em São Roque (SP), é graduado e pós-graduado pela Faculdade Cásper Líbero. Começou na Rádio Gazeta, foi repórter na Agência Estado e no Estadão. Focado na cobertura olímpica, produziu o Giro Olímpico para o UOL e reportagens especiais para a revista IstoÉ 2016. Criador do Olimpílulas, foi colunista da Rádio Estadão e blogueiro do Estadão, pelo qual cobriu os Jogos do Rio-2016.

Está disponível para críticas, elogios e principalmente sugestões de pautas no demetrio.prado@gmail.com.

Sobre o blog

Um espaço que olha para os protagonistas e os palcos do esporte olímpico. Aqui tem destaque tanto os grandes atletas quanto as grandes histórias. O olhar também está sobre os agentes públicos e os dirigentes esportivos, fiscalizados com lupa.