Blog Olhar Olímpico

Japonês amador que corre vestido de panda ganha Maratona de Boston

Demétrio Vecchioli

16/04/2018 13h41

Kawauchi vence a meia-maratona de Kuki, no Japão. Em Boston, ele usou traje de corredor mesmo

Quem já assistiu à São Silvestre pela tevê ao menos uma vez na vida sabe que muitos amadores gostam de correr fantasiados e ganhar alguns minutos de fama. O japonês Yuki Kawauchi é um desses, mas não são só poucos minutos no caso dele. No mês passado, por exemplo, bateu o recorde mundial da meia-maratona entre pessoas que correm fantasiadas de panda.

Nesta segunda-feira, porém, ele foi muito além: vestido como um corredor normal, venceu a Maratona de Boston, uma das mais rápida do mundo e uma das mais tradicionais da história. Ela faz parte das seis “Majors”, as mais importantes do calendário internacional, e em 2011 foi palco da então melhor marca do mundo.

Tudo bem que a corrida desta segunda não foi das mais velozes. Realizada sob forte chuva, num percurso negativo (a largada é em maior altitude do que a chegada), a prova foi completada por Kawauchi em 2h15min54. O suficiente não só para superar um dos pelotões mais fortes da história, repleto de africanos, mas também para ampliar um dos recordes que colocam Kawauchi no Guinness Book.

É que o japonês de 31 anos é o homem que mais vezes correu uma maratona abaixo de 2h20min – uma linha que costuma separar a elite do resto dos corredores. Essa o 79º sub-2h20 dele, em 80 maratonas disputadas. Em março, o Guinness reconheceu a façanha.

Professor de uma escola de Saitama, Kawauchi é oficialmente um corredor amador, o que significa que ele só treina nas horas livres e não recebe bolsa dos organizadores para participar das principais corridas do mundo. Mesmo assim, tem diversos resultados expressivos, como vitórias em Zurique (Suíça) e Sydney (Austrália), além de pódios em maratonas importantes como Tóquio e Fukuoka.

Em Boston, nesta manhã, ele venceu com muita folga. O japonês completou a prova com dois minutos e meio de vantagem sobre o queniano Geoffrey Kurui, campeão em Londres no ano passado. O pódio foi completado por três norte-americanos: Shadrack Biwott, Tyler Pennel e Andrew Bumbalough.

(Keith Bedford/The Boston Globe via Getty Images)

Sobre o autor

Demétrio Vecchioli, jornalista nascido em São Roque (SP), é graduado e pós-graduado pela Faculdade Cásper Líbero. Começou na Rádio Gazeta, foi repórter na Agência Estado e no Estadão. Focado na cobertura olímpica, produziu o Giro Olímpico para o UOL e reportagens especiais para a revista IstoÉ 2016. Criador do Olimpílulas, foi colunista da Rádio Estadão e blogueiro do Estadão, pelo qual cobriu os Jogos do Rio-2016.

Está disponível para críticas, elogios e principalmente sugestões de pautas no demetrio.prado@gmail.com.

Sobre o blog

Um espaço que olha para os protagonistas e os palcos do esporte olímpico. Aqui tem destaque tanto os grandes atletas quanto as grandes histórias. O olhar também está sobre os agentes públicos e os dirigentes esportivos, fiscalizados com lupa.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Topo