PUBLICIDADE
Topo

Olhar Olímpico

Banido por doping, ciclista brasileiro bate recorde mundial de velocidade

Demétrio Vecchioli

27/11/2017 10h57

(divulgação)

Depois de meses de preparação, Evandro Portela enfim conseguiu o feito que estava buscando: pedalar a uma velocidade próxima de 200 km/h e, com isso, entrar para o Guinness Book com o que parece ser o novo recorde mundial de velocidade em uma bicicleta. O brasileiro, porém, é um atleta banido do esporte, desde que caiu pela segunda vez em um exame antidoping, em 2006.

Proibido de participar de competições esportivas, Portela, de 40 anos, passou a se dedicar ao chamado motor-paced, o ciclismo em velocidades extremas, comparável, como diz o nome em inglês, ao ritmo de veículos a motor. Para isso, ele conta com a ajuda de vácuo, normalmente seguindo atrás de caminhões em rodovias federais.

A brincadeira, porém, ganhou ares de coisa séria quando Portela procurou o famoso Livro dos Recordes para tentar homologar um recorde de velocidade em bicicletas regulares. Há casos de ciclistas que passou de 270 km/h no deserto, na cola de um daqueles veículos de provas de arrancadas. Mas utilizando bicicleta de duas coroas e outras adaptações, como roupas especiais.

O brasileiro queria alcançar os 200 km/h apenas pedalando e fez isso no domingo, em uma estrada federal que corta Curitiba. A rodovia foi fechada durante 20 minutos para ele, que contou com o apoio de um potente carro esportivo projetado para manter uma área de vácuo que puxou o ciclista.

Ele pedalou até alcançar a velocidade de 50 km/h e depois entrou no vácuo do carro. Juntos, eles andaram mais 11 quilômetros em busca dos desejados 200 km/h. De acordo com a assessoria de imprensa do ciclista, a velocidade máxima alcançada foi de 202 km/h.

Sobre o autor

Demétrio Vecchioli, jornalista nascido em São Roque (SP), é graduado e pós-graduado pela Faculdade Cásper Líbero. Começou na Rádio Gazeta, foi repórter na Agência Estado e no Estadão. Focado na cobertura olímpica, produziu o Giro Olímpico para o UOL e reportagens especiais para a revista IstoÉ 2016. Criador do Olimpílulas, foi colunista da Rádio Estadão e blogueiro do Estadão, pelo qual cobriu os Jogos do Rio-2016.

Está disponível para críticas, elogios e principalmente sugestões de pautas no demetrio.prado@gmail.com.

Sobre o blog

Um espaço que olha para os protagonistas e os palcos do esporte olímpico. Aqui tem destaque tanto os grandes atletas quanto as grandes histórias. O olhar também está sobre os agentes públicos e os dirigentes esportivos, fiscalizados com lupa.