Blog Olhar Olímpico

Doria vê demissão conjunta de aliados e pasta de esporte entra em crise

Demétrio Vecchioli

13/11/2017 15h30

Na foto, aparecem João Doria (esquerda), Paulo Nigro (entre Mauro Silva e Hortência) e Daniela Castro (ao centro, entre Hortência e Patrícia Medrado).

Aliado histórico de movimentos ligados à implementação de políticas públicas esportivas, o prefeito de São Paulo, João Doria (PSDB), perdeu o apoio de importantes parceiros. Indicada pela Atletas pelo Brasil, a secretária-executiva de Esporte Daniela Castro pediu demissão na sexta-feira passada e foi exonerada no sábado. Junto com ela, devem apresentar carta de demissão, até o fim da semana, todo o Conselho Gestor da pasta, que tem nomes de peso como da ex-jogadora de basquete Magic Paula e do empresário e mecenas do esporte João Paulo Diniz. Até o presidente da LIDE Esporte deve sair.

O grupo, que foi convidado por Doria para pautar um novo projeto esportivo para a cidade de São Paulo, decidiu deixar a gestão porque não teve espaço para isso. As medidas sugeridas não teriam sido adotadas pelo secretário Jorge Damião, um dos homens da comunicação de Doria durante a campanha eleitoral do ano passado. A agenda proposta foi deixada de lado para que a secretaria executasse somente eventos pontuais, tanto via parcerias quanto por emendas parlamentares.

O grupo, representado na secretaria por Daniela Castro, investiu na formulação de um plano para o esporte de São Paulo, mas viu muito pouco sair do papel. Há dois meses, o Olhar Olímpico chegou a noticiar a aprovação de mais de 90 eventos pontuais bancados por dinheiro de emenda parlamentar, muitos sob suspeita.

Enquanto isso, o conselho pretendia, por exemplo, fortalecer os clubes comunitários e reformular o modelo de atendimento da secretaria, tudo pela meta de ampliar em 20% a prática esportiva na cidade, um mantra de Damião. Mas os eventos pontuais consumiram a força de trabalho da secretaria, que, de acordo com diversos funcionários, é insuficiente.

Jornalista com carreira em empresas de comunicação, entre elas a TV Cultura, Damião tem o cargo há meses desejado pelo PR, que já indicou mais de uma vez o nome de Aurélio Miguel. O judoca medalhista olímpico, nos tempos de vereador, era o campeão de emendas para eventos pontuais e tinha como chefe de gabinete o homem por trás da maior parte das entidades que conseguem emendas parlamentares esportivas, Mauzler Paulinetti.

Aliados – Antes de ser eleito prefeito, Doria era benquisto por grupos que atuam a favor do esporte. Presidente do LIDE, ele atuou pessoalmente junto a deputados para que a Câmara aprovasse, em 2013, a criação do artigo 18-A da Lei Pelé, uma iniciativa conjunta da Atletas pelo Brasil e do LIDE Esporte. É a 18-A que determina que as confederações esportivas devam cumprir uma série de obrigações, entre elas a proibição de mais de uma reeleição, para terem acesso a verbas públicas.

E foi a proximidade com esse grupo que teria incentivado Doria a montar o Conselho Gestor do Esporte. Além de Magic Paula e João Paulo Diniz (presidente do Instituto Península), foram nomeados pelo prefeito Paulo Nigro (presidente do LIDE Esporte), Hugo Passarelli e Fábio Igel, ambos empresários. O ex-jogador Raí deixou o conselho ainda no primeiro semestre, para poder participar da licitação do Pacaembu, e não foi substituído.

Umas conselheiras que estão renunciando é Magic Paula, que em julho protagonizou uma saia justa para Doria. O prefeito anunciou em entrevista coletiva que a ex-jogadora seria madrinha de um projeto de construção de quadras de basquete, o que ela depois negaria.

Outro lado – Em contato telefônico com o Olhar Olímpico, Jorge Damião negou qualquer tipo de crise na secretaria. Ele alegou que Daniela pediu demissão porque, no entender dele, ela sempre esteve “emprestada” pela Atletas pelo Brasil e que voltaria a trabalhar na ONG.

Quanto à saída dos conselheiros, Damião disse que “nem todos” pediram demissão e relacionou as renúncias a um acordo prévio para que os conselheiros deixassem seus cargos ao fim do ano, uma vez que “todos são ocupados com outras coisas”.

Damião ainda reforçou que a secretaria dele é completamente transparente e garantiu que a SEME aplica o plano estratégico definido. “Nós não saímos um milímetro do plano. O planejamento será colocado em prática, para não ter apenas eventos pontuais, mas sim aumentar o investimento em equipamentos e atividades permanentes”, garante o secretário, que se acredita que a saída de Daniela simultânea à entrega da renúncia do conselho é uma “coincidência”.

Sobre o autor

Demétrio Vecchioli, jornalista nascido em São Roque, interior de SP, vive na capital paulista desde que começou a estudar jornalismo na Faculdade Cásper Líbero, onde terminou a graduação em 2007 e a pós-graduação em 2011. Após início na Rádio Gazeta, foi repórter na Agência Estado e no Estadão. Focado na cobertura olímpica, produziu o Giro Olímpico para o UOL e reportagens especiais para a revista IstoÉ 2016. Criador do Olimpílulas, foi colunista da Rádio Estadão e blogueiro do Estadão, pelo qual cobriu os Jogos do Rio-2016.

Sobre o blog

Um espaço que olha para os protagonistas e os palcos do esporte olímpico. Aqui tem destaque tanto os grandes atletas quanto as grandes histórias. O olhar também está sobre os agentes públicos e os dirigentes esportivos, fiscalizados com lupa.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Topo