Blog Olhar Olímpico

Murilo diz ter consciência tranquila e nega que tenha se dopado

Demétrio Vecchioli

16/05/2017 11h57

Murilo concedeu entrevista coletiva nesta terça-feira (Foto: Demétrio Vecchioli)

Menos de uma semana depois da divulgação de que Murilo foi flagrado em exame antidoping pelo uso do diurético furosemida, o campeão mundial de vôlei convocou a imprensa nesta terça-feira para se explicar. Ao lado do advogado Marcelo Franklin, que já defendeu Cesar Cielo, Maria Elisa e Ana Cláudia Lemos em casos parecidos, Murilo negou ter consumido qualquer substância dopante.

“Eu sinceramente estou com a consciência tranquila. Minha preocupação é como que isso foi dar positivo, como que isso foi aparecer. Pedi para falar com vocês (jornalistas), porque sempre presei pela transparência. Seria fácil enviar uma nota oficial, esperar a amostra B, mas achei importante olhar no olho de vocês”, justificou Murilo, que ainda aguarda a abertura da contraprova, o que deve acontecer daqui a uma semana e pode vir a inocentá-lo.

Antes da fala de Murilo, Franklin, que é conhecido por defender atletas da acusação de doping e sempre blindá-los da imprensa, ressaltou que o jogador do Sesi havia solicitado falar com os jornalistas, algo inédito em casos assim. Mas ele impediu que Murilo respondesse algumas perguntas, sob a alegação de que não poderia adiantar a um eventual tribunal a estratégia da defesa.

Quando o blog perguntou se os suplementos consumidos por Murilo já foram enviados para análise, o jogador olhou para Franklin, esperando aprovação de sua resposta, e disse que “ainda não”. Foi alegando contaminação de suplementos que o advogado evitou penas duras a Cesar Cielo e mais três nadadores e, mais recentemente, a jogadora de vôlei de praia Maria Elisa e à corredora Ana Cláudia Lemos.

O advogado também não permitiu que Murilo respondesse se acreditava que o teste surpresa e o fato de o resultado analítico adverso da amostra A ter “vazado” podiam ter relação com o fato de ele ser bastante crítico à gestão da Federação Internacional de Vôlei (FIVB).

Apesar de Murilo e Franklin não terem se alongado no assunto, chama atenção o fato de a FIVB nunca ter realizado exame antidoping surpresa enquanto ele estava na seleção brasileira – e o ponteiro serviu à equipe por mais de uma década – , mas ter ido procurá-lo agora.

Mesmo sem fazer parte de um grupo de controle (ele não precisava informar seus deslocamentos) e já aposentado da seleção, Murilo foi procurado primeiro no Sesi e depois em casa para o exame surpresa em 10 de abril, em meio à semifinal da Superliga. Dias antes, o jogador havia postado no Twitter que a FIVB precisava investigar o suposto doping de jogadores do time russo nos Jogos Olímpicos de Londres – uma punição à Rússia poderia dar o ouro ao Brasil.

O resultado da análise da amostra A de Murilo foi informado a ele em 4 de maio, um dia depois de seu aniversário de 36 anos. A informação foi revelada na última quarta-feira pelo jornal O Globo, antes de a FIVB abrir a contraprova, o que deve acontecer na semana que vem, no Canadá, onde fica a sede da Agência Mundial Antidoping (Wada).

Antes mesmo do resultado da amostra B, Murilo sabe que já teve a imagem manchada. “Eu acho que um caso de doping sempre é difícil para o atleta. Quando se fala em doping, vem à cabeça o uso de esteroide, consumir algo que te faça ficar muito grande, que te permita levar vantagem e isso acaba sim manchando a imagem de qualquer atleta. Mas vocês sabem que não houve aumento de performance minha no ultimo ano”, comentou o jogador, que tem lidado com lesões.

No dia seguinte à divulgação do caso de doping, o Sesi anunciou que renovou com Murilo por mais um ano, para ele jogar como líbero – Serginho está montando seu próprio time. O antigo ponteiro, porém, disse não pensar no que fará se vier a ser suspenso, o que poderia abreviar sua carreira. “Não tem nem a confirmação do problema. A partir do momento que houver a analise para-se para pensar. Seria muito sofrimento pensar nisso agora. Tem que ter um pouquinho de paciência.”

Sobre o autor

Demétrio Vecchioli, jornalista nascido em São Roque, interior de SP, vive na capital paulista desde que começou a estudar jornalismo na Faculdade Cásper Líbero, onde terminou a graduação em 2007 e a pós-graduação em 2011. Após início na Rádio Gazeta, foi repórter na Agência Estado e no Estadão. Focado na cobertura olímpica, produziu o Giro Olímpico para o UOL e reportagens especiais para a revista IstoÉ 2016. Criador do Olimpílulas, foi colunista da Rádio Estadão e blogueiro do Estadão, pelo qual cobriu os Jogos do Rio-2016.

Sobre o blog

Um espaço que olha para os protagonistas e os palcos do esporte olímpico. Aqui tem destaque tanto os grandes atletas quanto as grandes histórias. O olhar também está sobre os agentes públicos e os dirigentes esportivos, fiscalizados com lupa.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.title}}

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Topo