Blog Olhar Olímpico

Ex-número 1 do tênis brasileiro faz 'vaquinha' para jogar Roland Garros

Demétrio Vecchioli

20/04/2017 11h01

(CBT/Divulgação)

A redução de 76% no valor do patrocínio dos Correios à Confederação Brasileira de Tênis (CBT) está afetando diretamente os principais tenistas do país. Paula Gonçalves, que abriu 2017 como número 1 do Brasil no ranking da Associação das Tenistas Profissionais (WTA), é uma das prejudicadas. Ela teve que apelar a uma “vaquinha virtual” para tentar bancar sua ida ao qualifying de Roland Garros.

O crowdfunding foi lançado na última quarta-feira, pelo site Abaca$hi, e visa atingir R$ 50 mil para que Paula jogue Roland Garros e a “Gira Europeia” no saibro. O projeto não detalha como o dinheiro seria usado, citando apenas que ela viajaria acompanhada de treinador e preparador físico. Também cita que a tenista tem como meta para 2017 chegar ao Top 100 do ranking mundial.

Paula atualmente é a número 251 da lista da WTA, atrás de Bia Haddad Maia (149.ª) e Teliana Pereira (195.ª). Em 2016, ela chegou a disputar o quali de três Grand Slams: Roland Garros, Wimbledon e US Open. Perdeu na primeira rodada dos três, mas, só pela participação, somou US$ 15 mil em prêmios.

De acordo com matéria da Folha da semana passada, o corte no patrocínio dos Correios afetou diretamente os principais tenistas do país, que passaram a receber até 90% do que estavam acostumados. Ainda segundo a Folha, o máximo que um tenista pode receber atualmente da entidade é R$ 6 mil por semestre.

Sobre o autor

Demétrio Vecchioli, jornalista nascido em São Roque, interior de SP, vive na capital paulista desde que começou a estudar jornalismo na Faculdade Cásper Líbero, onde terminou a graduação em 2007 e a pós-graduação em 2011. Após início na Rádio Gazeta, foi repórter na Agência Estado e no Estadão. Focado na cobertura olímpica, produziu o Giro Olímpico para o UOL e reportagens especiais para a revista IstoÉ 2016. Criador do Olimpílulas, foi colunista da Rádio Estadão e blogueiro do Estadão, pelo qual cobriu os Jogos do Rio-2016.

Sobre o blog

Um espaço que olha para os protagonistas e os palcos do esporte olímpico. Aqui tem destaque tanto os grandes atletas quanto as grandes histórias. O olhar também está sobre os agentes públicos e os dirigentes esportivos, fiscalizados com lupa.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.title}}

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Topo