Blog Olhar Olímpico

'Embaixadores', ex-jogadores de vôlei ganham valor maior que Bolsa Pódio

Demétrio Vecchioli

20/04/2017 04h00

Da esquerda para a direita: Sandra Pires, Nalbert, Maurício, Fofão, Marcelo Negrão e Pará

O Banco do Brasil entrou em contato com o blog na tarde desta quinta-feira para informar que publicou erroneamente os contratos no Diário Oficial da União. Os valores, que no DOU apareciam como sendo referentes a 20 meses, na verdade valem para oito meses, apenas. Desta forma, o Olhar Olímpico refez o texto publicado na manhã desta quinta. A nova versão pode ser lida abaixo.

Dez medalhistas olímpicos do Brasil assinaram novo contrato com o Banco do Brasil para fazerem parte do programa “Embaixadores do Esporte” até o final de 2018. O programa existe desde 2003 e tem como principais embaixadores os ex-jogadores de vôlei de quadra Maurício e Marcelo Negrão. Na nova leva de contratos, Serginho, Mari e Dante não renovaram, sendo substituídos por Emanuel, recém-aposentado como jogador de vôlei de praia.

De acordo com o Banco do Brasil, pelos próximos oito meses, esses 10 garotos-propaganda do Banco do Brasil vão dividir R$ 844,8 mil. Em 2018, o investimento será mantido, diluído por 12 meses. Na última leva de assinaturas de contratos, no final de 2015 a estatal acertou pagar R$ 1,357 milhão por acordos de 14 meses. Ou seja: comparativamente, houve um aumento de 17% nos investimentos do banco em 2017.

Todos esses jogadores (Fabi e Sheila) e ex-jogadores poderão receber mensalmente mais do que o governo federal paga aos atuais jogadores da seleção brasileira por meio do Bolsa Atleta: R$ 3,1 mil – atletas de modalidades coletivas não têm direito à Bolsa Pódio. Os valores pagos não são fixos, uma vez que um embaixador pode se recusar a participar de uma ação – aí, não receberia o valor correspondente.

Emanuel, por exemplo, poderá receber até R$ 101 mil pelos próximos oito meses. Considerando uma média mensal de R$ 12,5 mil, é mais do que ele recebia como integrante do Bolsa Pódio. Marcelo Negrão, Virna e Sandra Pires também estão nessa faixa. Acima deles, só Maurício, com R$ 125 mil pelo mesmo período – uma média de mais de R$ 15 mil por mês, cinco vezes o valor da Bolsa Atleta na categoria olímpica.

A primeira vez que o Banco do Brasil publicou os valores pagos no programa foi no final de 2014, quando o ex-levantador, por exemplo, acertou receber R$ 265 mil por 12 meses de contrato. Na renovação seguinte, os valores foram mantidos, mas por um contrato de 14 meses.

De acordo com o Banco do Brasil,  as principais atividades dos embaixadores são: participação em visitas e sessões de autógrafos, cessão de imagem para campanhas e ações promocionais, participação nas áreas VIP do Banco do Brasil montadas nos eventos de vôlei de praia e indoor, participação em eventos exclusivos, visitas a hospitais e instituições parceiras.

___________________________________________

Quer fazer alguma denúncia? Vamos conversar: demetrio.prado@gmail.com

Sobre o autor

Demétrio Vecchioli, jornalista nascido em São Roque, interior de SP, vive na capital paulista desde que começou a estudar jornalismo na Faculdade Cásper Líbero, onde terminou a graduação em 2007 e a pós-graduação em 2011. Após início na Rádio Gazeta, foi repórter na Agência Estado e no Estadão. Focado na cobertura olímpica, produziu o Giro Olímpico para o UOL e reportagens especiais para a revista IstoÉ 2016. Criador do Olimpílulas, foi colunista da Rádio Estadão e blogueiro do Estadão, pelo qual cobriu os Jogos do Rio-2016.

Sobre o blog

Um espaço que olha para os protagonistas e os palcos do esporte olímpico. Aqui tem destaque tanto os grandes atletas quanto as grandes histórias. O olhar também está sobre os agentes públicos e os dirigentes esportivos, fiscalizados com lupa.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Topo