Blog Olhar Olímpico

Nadadora russa de 13 anos já é mais rápida que melhor brasileira no ano

Demétrio Vecchioli

18/04/2017 04h00

Reprodução

Nascida em janeiro de 2004, a jovem Alexandra Savitova surpreendeu o mundo ao ganhar a medalha de bronze nos 100m borboleta no Campeonato Russo de Natação, na última quinta-feira, em Moscou. Ela completou a prova com o tempo de 59s42, o que a coloca no 42.º lugar do ranking mundial, ainda que tenha apenas 13 anos.

De acordo com o site especializado Swim Swam, Savitova tem a idade mínima para participar da competição nacional russa. Só que, pela idade, a garota não pode sequer participar dos Jogos Olímpicos da Juventude, no ano que vem, na Argentina. Também não terá a idade mínima estar no Mundial Júnior, em Budapeste (Hungria), também em 2018, que é 14 anos.

Por outro lado, nada a impede de estar no Mundial de Natação deste ano, também em Budapeste. Em 2015, a competição teve nove nadadores de menos de 13 anos, sendo uma de 10 anos, mas todos representantes de países convidados – logo, sem índice.

Para medir o tamanho do feito da jovem russa, também na quinta-feira Daynara de Paula nadou em Mesa, nos Estados Unidos, fazendo o melhor tempo de uma brasileira nos 100m borboleta no ano: 1min00s10. Ou seja: foi 0s58 mais lenta que a menina de 13 anos. No Rio-2016, Daynara parou na semifinal da prova, com 57s92.

Sobre o autor

Demétrio Vecchioli, jornalista nascido em São Roque, interior de SP, vive na capital paulista desde que começou a estudar jornalismo na Faculdade Cásper Líbero, onde terminou a graduação em 2007 e a pós-graduação em 2011. Após início na Rádio Gazeta, foi repórter na Agência Estado e no Estadão. Focado na cobertura olímpica, produziu o Giro Olímpico para o UOL e reportagens especiais para a revista IstoÉ 2016. Criador do Olimpílulas, foi colunista da Rádio Estadão e blogueiro do Estadão, pelo qual cobriu os Jogos do Rio-2016.

Sobre o blog

Um espaço que olha para os protagonistas e os palcos do esporte olímpico. Aqui tem destaque tanto os grandes atletas quanto as grandes histórias. O olhar também está sobre os agentes públicos e os dirigentes esportivos, fiscalizados com lupa.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.title}}

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Topo