Blog Olhar Olímpico

#Olimpílulas: Brasileiro faz melhor tempo do mundo, mas fica fora do ranking da natação

Demétrio Vecchioli

17/04/2017 14h08

Reprodução Facebook

O cronômetro não deixa dúvidas: Nicholas Santos fez o melhor tempo do mundo nos 50m borboleta em 2017. Mas ele sequer aparece no ranking mundial divulgado pela Federação Internacional de Natação (Fina), uma vez que a Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos (CBDA) não comunicou à entidade internacional a realização da Tomada de Tempo Pinheiros II, no fim de semana na piscina do clube paulista.

A “Tomada de Tempo” é a forma encontrada pelos clubes de São Paulo para que seus nadadores ganhem ritmo de competição pensando no Troféu Maria Lenk, no início de maio. Competições oficiais são raridade na natação brasileira e enviar os nadadores para os EUA – como fez o SESI no GP de Mesa – é cada vez mais difícil em momento de crise.

Nicholas foi o destaque da edição de sábado passado, vencendo os 50m borboleta com 23s01, tempo muito melhor do que o do líder do ranking mundial, o russo Oleg Kostin, que fez 23s27 para vencer o campeonato nacional. Cesar Cielo estava inscrito, mas não nadou.

O astro, que volta as piscinas depois de um semestre sabático, venceu os 50m livre com 22s04, equivalente ao 14.º lugar do ranking mundial. Boa parte dos primeiros do ranking, como os russos Vladimir Morozov e Evgeny Sedov e os australianos Cameron McEvoy e James Roberts, porém, fizeram essas marcas nos seus campeonatos nacionais – no auge da forma física deles no primeiro semestre. Cielo se prepara para estar no auge no Maria Lenk.

 

Sobre o autor

Demétrio Vecchioli, jornalista nascido em São Roque, interior de SP, vive na capital paulista desde que começou a estudar jornalismo na Faculdade Cásper Líbero, onde terminou a graduação em 2007 e a pós-graduação em 2011. Após início na Rádio Gazeta, foi repórter na Agência Estado e no Estadão. Focado na cobertura olímpica, produziu o Giro Olímpico para o UOL e reportagens especiais para a revista IstoÉ 2016. Criador do Olimpílulas, foi colunista da Rádio Estadão e blogueiro do Estadão, pelo qual cobriu os Jogos do Rio-2016.

Sobre o blog

Um espaço que olha para os protagonistas e os palcos do esporte olímpico. Aqui tem destaque tanto os grandes atletas quanto as grandes histórias. O olhar também está sobre os agentes públicos e os dirigentes esportivos, fiscalizados com lupa.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.title}}

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Blog Olhar Olímpico
Topo